terça-feira, 14 de março de 2017

ESTRATÉGIA: BLINDAR DOAÇÕES E DIFICULTAR CONDENAÇÕES

IMG_7615
Líderes governistas e de oposição no Congresso articulam a apresentação de um projeto de lei com objetivo de blindar doações eleitorais – oficiais e por meio de caixa dois – e dificultar condenações na Lava Jato a partir de contribuições de campanha.
A proposta é estabelecer critérios que deixem claro quais atos de um parlamentar devem ser considerados suficientes para que a doação, por dentro ou por fora, seja considerada propina.
Querem, com isso, diferenciar o que é um ato de corrupção do que consideram atividade parlamentar legítima, em defesa de interesses de setores econômicos.
A estratégia, articulada por aliados de Michel Temer, foi levada para discussão no Planalto nesta segunda-feira (13) e explicitada pelo líder do PT, Carlos Zarattini (SP).