segunda-feira, 8 de maio de 2017

NOVOS INTEGRANTES DA ACADEMIA SOBRALENSE DE LETRAS JURÍDICAS

A Academia Sobralense de Letras Jurídicas – ASLEJUR – fundada por José Luís Lira, presidente da Academia, com o apoio imprescindível do então presidente da OAB Subseção de Sobral, José Inácio Linhares, que foi o primeiro presidente de honra da entidade, criada a 26 de junho de 2015, na sede da OAB – Subsecção de Sobral, data da aprovação do Estatuto e eleição da primeira diretoria e instalada solenemente no dia 18 de setembro de 2015, no Theatro São João, recebeu na última sexta-feira (05) três novos acadêmicos. Tratam-se do Dr. Rafael Ponte, presidente da OAB de Sobral; do Pe. Dr. João Batista Nery de Abreu, juiz eclesiástico da Diocese de Sobral e da Dra. Ysmênia Pontes, coordenadora adjunta do Curso de Direito da Faculdade Luciano Feijão.
Rafael Ponte ocupou a cadeira vaga com a morte do acadêmico Deputado Professor Teodoro Soares que tem por patrono o Senador Pompeu, sendo o primeiro acadêmico efetivo da instituição. Pe. Nery de Abreu tomou assento na cadeira recém-criada e que tem por patrono o poeta ipueirense Gerardo Mello Mourão, aclamado por Carlos Drummond de Andrade como o maior poeta do Brasil, comparando-o a Danta Alighieri. Ysmênia Pontes ficou na cadeira nova que tem por patrono o jornalista Lustosa da Costa que nutria tanto amor por Sobral que chegou a dizer que “Sobral não é uma cidade, é uma saudade doendo em mim”.
O evento contou com personalidades da sociedade sobralense, autoridades e acadêmicos, nos espaços do Theatro São João, símbolo da cultura sobralense.
(Fotos: Marcildo Brito)